Pobre Super Homem

Pobre Super Homem
de Brade Fraser

A peça Pobre Super-Homem, convida o espectador a refletir sobre o ser humano diante das questões da vida contemporânea, em especial sobre amor, arte, vida, amizade, drogas e sexualidade. O Autor revigora esta reflexão, estabelecendo um pararelo com a história do Super-Homem, em que evidencia conceitos de solidariedade, ética e sinceridade.
A estética de encenação trabalha com a estrutura das histórias em quadrinhos, com o ritualismo cotidiano e com as emoções dos contatos humanos. Peças móveis, de várias cores, movimentam-se pelo espaço cênico, refletindo a inconstância e os matizes da vida humana na contemporaneidade. A musicalidade rege a poética do movimento cênico, da interpretação dos atores e das reflexões conceituais do texto.
O dramaturgo Brad Fraser, nasceu em Edmonton, Canadá, em 1959. Venceu o Concurso Cultural de Dramaturgia de Alberta quanto tinha dezessete anos. escreveu sua primeira peça, Mutantis, a pedido da Associação Teatral de Walterdale, Edmonton, para a temporada 80-81, em que ele foi tanto ator, como cenógrafo e, também diretor.Brade Fraser, atingiu seu reconhecimento nacional e internacional com sua peça Unidentified Human Remains and the Nature of Love (Amor e Restor Humanos), em 1989. A versão cinematográfica desta peça, adaptada pelo próprio autor e dirigida por Denys Arcand, foi lançada mundialmente em 1994.
Pobre super Homem (Poor Superman) foi escrita em 1994, tendo sua primeira produção e montagem, no mesmo ano, nos Estados Unidos, pelo The Ensemble Theatre of Cincinnati. Segundo o autor esta peça retrata uma fase de maior naturalidade da personagem David Macmillan, de Amor e Restos Humanos. A revista Time classificou Poor Superman como uma das dez peças do ano de1994

Ficha técnica

  • Ator: Marco Amaral
  • Ator: Wolney de Oliveira
  • Ator: Jader Corea
  • Atores: Roney Tuareguy e Gilberto Vieira
  • Atriz: Libia Tavares
  • Atriz: Paulina Braga
  • Produção: Marco Amaral e Iza Rodrigues
  • Texto: Brad Fraser

    Comentários

    Deixe seu comentário

    © Copyright, 2011-2017 | Todos os direitos reservados | Marco Produções Teatrais